Quem somos?

 

A Estado Mínimo se propõe a informar seus eleitores sobre os mais recentes acontecimentos da economia e da política no Brasil e no mundo.

Nosso nome é uma crítica ao modelo de Estado brasileiro: obeso, pesado, intervencionista, caro, mastodôntico e ineficiente.

Buscamos trabalhar sempre com fatos, dados e com a melhor evidência empírica disponível. Neste espaço, não há medo de defender opiniões muitas vezes “politicamente incorretas”.

Acreditamos nos valores da democracia, da economia de mercado, na responsabilidade individual e numa sociedade aberta. Defendemos, acima de tudo, a liberdade, plena e em todas as suas esferas: econômica, política e individual. Afinal, quem é contra a liberdade, é a favor de quê?

E tudo isso com muito bom humor! Seja bem-vindo!

“A solução do governo para um problema é, em geral, tão ruim quanto o problema” – Milton Friedman